Borghi Acqua & Fitness

Publicado em: 25/06/2013

4 sugestões para o motivar a treinar!

Quando o seu entusiasmo em relação aos treinos diminui, o mesmo acontece com o seu sucesso a longo prazo.

4 sugestões para o motivar a treinar!

Use essas dicas para se certificar que o seu treino é algo pelo qual mal pode esperar por começar!

Manter-se fiel a um programa de treino pode ser difícil. Sejamos sinceros, você vai suar, vai ficar dorido… vai ter que trabalhar. Mas se pretende desenvolver um físico invejável, terá de se esforçar e de dar tempo ao tempo.

Isso não significa que tenha de passar horas no ginásio todos os dias, mas significa treinos consistentes e duros, e isso é algo com que a maioria das pessoas não lida bem…Sempre haverá desculpas e razões como a falta de tempo, obrigações, atividades sociais, e milhões de outras para o impedir de cumprir os programas de treino. Mas pode lutar contra isso!

Começa com um treino perdido, depois passa a perder vários treinos por semana, depois passa-se mais dias sem treinar do que a treinar. É muito fácil seguir esse caminho, mas como fazer para sair dele? O que é que você pode fazer para garantir que o fogo arde de forma tão intensa como nos primeiros dias?

Nº 1: Descubra o seu ritmo
A música marca o tom dos filmes, encontros, concertos, e – adivinhou – até mesmo dos treinos.

Um estudo publicado na Research Quarterly for Exercise and Sport descobriu uma forte ligação entre o ritmo da música e a intensidade do exercício num treino. Os voluntários que ouviam música com um “tempo” rápido, experimentaram uma maior intensidade de exercício do que os que ouviram a música com um “tempo” lento.

A música também o distrai de todo o trabalho duro que está a fazer, e mantém-no num clima de optimismo. As pessoas que ouvem música durante o treino têm uma maior probabilidade ​​de se exercitar durante um período mais longo de tempo e de completar o seu treino. Por isso, aumente o volume quando pretender treinar com intensidade!

Nº 2: Socialize mais
De acordo com um estudo publicado no Journal of Behavioral Medicine, outro fator que pode influenciar positivamente a devoção a seus treinos é o apoio social.

Um companheiro de treino pode fazer com que mantenha pontual e fiel ao programa de treino, e também incentivá-lo durante o treino. Ou contrate um personal trainer – muitas pessoas afirmam que uma das principais razões porque permanecem consistentes com os seus treinos e treinam com intensidade nos treinos é por causa de um personal trainer. Também pode participar de forma regular em qualquer um dos grupos de fitness num ginásio local como grupos de CrossFit, aeróbica, yoga, dança, ou artes marciais.

Apenas certifique-se o seu “apoio social” o desafia. Não faça exercícios com pessoas que não conseguem se manter em pé! Se é um principiante, vá aumentando aos poucos a intensidade dos seus treinos. Não arrisque uma lesão .

Nº 3: Uma meta para cada treino
Muitas pessoas concentram-se nos objetivos a longo prazo, quer pretendam perder peso ou desenvolver massa muscular. Mas isso pode fazer com que se perca de vista a importância de cada treino individual. E quando não se entende a importância de cada treino, é provável que falte a um e se torne menos dedicados.

Supere isso definindo uma meta específica para cada treino. Poderia ser algo tão simples como completar 10 repetições para cada série de supino em determinado dia, ou mais complexo, como bater a sua 1 repetição máxima no agachamento.

Completar objetivos diários é importante para aumentar a sua auto-eficácia – a crença nas suas próprias capacidades – e um estudo na Preventive Medicine mostrou que a auto-eficácia é um fator importante para determinar a adesão ao exercício.

Um objetivo pode dar a qualquer treino um verdadeiro propósito, e irá descobrir que a de todos os seus objetivos individuais será um resultado fabuloso!

Nº 4: O Plano certo
Uma boa parte das pessoas desiste dos seus planos de treino devido a uma razão muito simples – o plano não se encaixa nos seus estilos de vida. Na verdade, a maioria das pessoas têm demasiadas ambições nas primeiras poucas semanas, e geralmente sofrem um choque e chegam a um ponto e ficam “queimadas” devido à exaustão. Por isso, se anda a faltar a treinos devido à fadiga, é um bom sinal de que os treinos são demasiado intensos, ou que não tem dias de descanso suficientes.

A recuperação é vital para o sucesso de qualquer programa de treino, por isso, analise bem o seu programa de treino actual. Afinal de contas, você anda nisto para melhorar a aparência e ganhar vitalidade, não para se tornar num zombie, certo?

Mantenha estas dicas em mente, e os treinos irão tornar-se uma fonte de poder, e não uma fonte de tristeza!

Parar agora? Claro que não!

  • Fonte: Global Fitness
  • Por: Fernando Ribeiro
  • 0 Comentário
Ainda não temos nada digitado..

Foram encontrados 0 registros