Borghi Acqua & Fitness

Publicado em: 15/06/2017

Consumo de chá pode ativar genes do metabolismo hormonal em mulheres

Estudo realizado na Universidade de Uppsala, na Suécia, demonstrou que o consumo de chá permitiu alterações em genes relacionados ao desenvolvimento do câncer e metabolismo de estrógeno.

Consumo de chá pode ativar genes do metabolismo hormonal em mulheres

Com o inverno se aproximando, aumenta também o consumo de bebidas, como os chás. O que pesquisadores descobriram é que os efeitos do chá podem ir além do conforto que a bebida trás em dias frios. As alterações epigenéticas são modificações químicas que possuem a capacidade de ativar ou desativar determinados genes. Um estudo recente realizado na Universidade de Uppsala, na Suécia, demonstrou que o consumo de chá por mulheres permitiu tais mudanças em genes que estão relacionados ao desenvolvimento do câncer e metabolismo de estrógeno.

É conhecido que fatores ambientais e de estilo de vida, como alimentação, exposição à determinadas substâncias e a atividade física estimulam alterações epigenéticas. Nesse estudo realizado pelos pesquisadores suecos em parceria com outros centros europeus foi investigado se o consumo de chá e de café possuem algum papel no risco de desenvolvimento de doenças através da supressão tumoral, diminuição da inflamação e influência no metabolismo hormonal, características que podem ser influenciadas por essas modificações.

Os resultados demonstraram que mulheres que consumiram chá apresentaram essas alterações epigenéticas, o que não ocorreu em homens. De maneira interessante, a maior parte dessas mudanças aconteceram em genes envolvidos no metabolismo hormonal e câncer. Os dados indicam a importância de alimentos com substâncias ativas que podem interagir com esses mecanismos e alterar a ativação de determinados genes, aumentando ou diminuindo o risco de desenvolvimento de doenças.

Alguns estudos anteriores demonstraram que as catequinas, substâncias presentes em alguns tipos de chás, talvez sejam um dos princípios ativos com fatores protetores em relação ao desenvolvimento de doenças. Mais estudos ainda são necessários para se estabelecer exatamente quais são as ações do chá na prevenção de doenças, e se divergentes tipos de chás apresentam efeitos diferenciados. No entanto, este estudo abre caminho para futuras investigações sobre a importância da alimentação na interação com o genoma e como esses alimentos podem influenciar na manifestação de determinadas doenças ou até mesmo na qualidade de vida.

  • Fonte: Eu Atleta
  • Por: Lia Kubelka Back
  • 0 Comentário
Ainda não temos nada digitado..

Foram encontrados 0 registros